Deus responde


Jorge pergunta: Pai, me explica o Castelo do Edmar Moreira

Não sei se você sabe (aliás, é claro que eu sei porque sou Deus, mas gosto de usar essa expressão), mas um castelo tinha como função defender seu dono dos ataques dos inimigos. Bom, menos contra palavras e reportagens, é claro.

Por isso que os castelos são construídos numa posição específica que faz com que a movimentação inimiga seja observada por todos os lados. Imagina só, na época que eles surgiram, eu ainda não tinha pensado no Google Earth.

Do século IX ao XV, milhares de castelos foram erguidos. Era assim que os otários feudais garantiam segurança pra galera sem grana. Mas só até eu colocar no mundo o chinesinho que inventou a pólvora. Depois que neguinho, ou melhor, chinazinho, descobriu que dar uns tiros, não no sentido maradônico, machucava mais que jogar piche quente ou uma flechinhas no pessoal, a coisa mudou. 

As muralhas ficaram mais baixas e inclinadas, e o que era uma fortaleza virou um lugar pra impressionar as gatinhas da época.

Bom dei uma de blogcurso pra te explicar, meu filho, que você não deve criticar seu irmãozinho, dono dessa aberração da foto. Não pense que é fácil pra mim, ter um filho que pensa que é Deus. Isso é culpa do Paulo Coelho, meu filho loucão que saiu por aí dizendo que somos todos Deuses. Somos? Eu sou. Nem ele, nem você são. Mas como pai, gosto de proteger os filhos mais retardadinhos.

Como você viu, ele acha que tem que se proteger do que? Garantir a segurança de quem ali, no meio do mato?

Deixa o menino brincar no castelinho dele. Eu não devia contar, porque faz parte da intimidade dele, mas quando criança, antes de pensar em ter um castelo, esse meu filho sofreu abuso sexual de um homem fantasiado de senhor feudal que introduziu, por onde entram os supositórios, peças daquele joguinho de construção infantil (as peças se parecem muito com as partes de um castelo). Desde então, ele cresceu com essa determinação de fazer o povo tomar no cu, usando dinheiro público pra ter seu próprio castelo.  

Não desejem que ele seja castigado - minha ironia divina fez com que ele desenvolvesse um extremo mau gosto, só comparável com o da Dona Marisa que se asou com aquele estúpido que vocês gostam tanto que até elegeram presidente por duas vezes.

Reparem em como é brega esse castelo. Nem os arquitetos de Manaus poderiam construir uma obra tão horripilante como essa.

Meu apelo vai pra essa parte de vocês que simpatiza com os idiotas e estúpidos corruptos. Deixem o analfabeto em paz, ele já tem que conviver com ele mesmo. E ainda por cima ouvir aquela voz com problemas sérios de dicção dentro da cabeça dele.

 

Bom, fiquem comigo ou com meu filho Jesus ou sua mãe, ou quem vocês quiserem. Eu tenho muita gente pra trazer pra cá essa semana e preciso me reunir com o departamento de tragédias agora, falou!

 



Escrito por Deus às 19h58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Conselho de Mãe

Filhos de Deus,

perdoai a ausência de vossa Senhora, mas é que com esse negócio de Natal, eu andei muito atarefada cuidando dos preparativos da festinha de Jesus, afinal, não é todo dia que se faz 2009 anos. Sim, eu sei que o aniversário dele na real é em março, e que não é bom comemorar a data antes, mas já que algum desocupado resolveu aproveitar o gancho do solstício dos pagãos e estipular essa como a data oficial, e o comércio se aproveitou disso também, a gente tenta ajudar aos filhos de Deus. Porque se não fosse o Natal, ninguém teria 13° salário, não é verdade?

Então, tava ali na minha Santa paz, vendo as notícias e soube da manifestação da ira divina sobre a igreja...e me lembrei que já tinha dado os sinais pro povo de Deus, que a fé tem que ter seus alicerces, religião não é um negócio que se cria assim, como comunidade do Orkut, e todo mundo vai entrando, sem ter um pilar fortalecido. Nesse caso, foi o teto mesmo. Mas como muitos não crêem na minha santidade, não adiantou chorar sangue, revelar segredo pros três pastores, aparecer na gruta, nada disso. E a gente sabe que o movimento de rotação monetária é que faz o mundo girar, então foram logo dar um jeitinho de criar igreja aqui e acolá. Qualquer garagem com cadeira de cervejaria ou de plástico é templo do Senhor. E já que é mais negócio desviar os pedacinhos do céu pra Miami do que contratar um engenheiro que preste, a casa caiu! Aliás, o teto caiu!

Tá lá, devidamente documentado na Bíblia, que a fé sem obras é uma fé morta. Digo mais: a fé com obras mal feitas é assassina. Mas ninguém ouve conselho de mãe, mesmo...



Escrito por Deus às 01h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Até "a casa de Deus" cai

 

Preciso parar de levar pro pessoal esses sermões, mas vou confessar: nunca gostei dessa decoração mesmo.



Escrito por Deus às 22h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Maria responde

Já que o Pai do meu Filho anda muito ocupado respondendo às orações dos americanos desde a quebra da AIG, dos catarinenses pela enchente e agora dos vascaínos, eu resolvi vir aqui dar o ar da minha graça.

Esse ano de 2008 me lembra muito o ano em que o verbo se fez carne e eu me tornei mãe. Como naquela época em que foi anunciado que a chegada do Messias estava próxima e então a mulherada desandou a se casar e a engravidar na esperança de ser o Thomas Edison da vez que traria a luz ao mundo, agora em 2008 também as famosas resolveram dar cria, uma atrás da outra. Parecia competição pra ver quem é que carregava o Rei na barriga. Essa gente pensa que é fácil assim...

Imaginem o perrengue que foi ser a primeira mãe solteira da história bíblica! Sem emprego, ainda sem marido, e mesmo com aquele barrigão de 06 meses eu viajei pra ajudar minha prima Isabel, que viria a parir João Batista. E ele anos depois resolveu batizar geral no rio Jordão e até ficou famoso, mas o coitado resolveu se meter com o Herodes, foi preso e a rameira da Salomé pediu sua cabeça numa bandeja.

Não bastasse tudo isso, sem lugar pra me hospedar, acabei parindo num estábulo, o que hoje equivale a um hospital do SUS. E como homem não entende nada de criança, os reis magos foram me visitar levando ouro, incenso e mirra, ao invés de pomada pra assadura e fraldas descartáveis. Ainda bem que eu tinha o José pra me ajudar.

Hoje em dia, José seria taxado de corno manso, ia pedir um exame de DNA e descobriria que o filho não era dele. Mas Deus, sabendo a confusão em que tinha me enfiado, e na sua infinita misericórdia, me deu um bom marido.

Ser mãe é padecer no paraíso. Ser mãe solteira é se f*der de verde e amarelo aí na Terra mesmo. A menos que você, mãe solteira, arrume um José (intercederei ao Pai por isso), se prepare pra se mudar de cidade, porque ainda hoje é capaz de as pessoas quererem te apedrejar, mas isso a Madalena conta pra vocês numa outra ocasião. Se o seu filho arrumar uma namorada de má fama, seja boa com ela, mas tenha certeza de que isso vai lhe dar dor de cabeça. E quando seu filho sumir, saiba que o Meu, mesmo sendo a divindade em pessoa, já aprontou dessas pra ouvir os anciões no templo. E quando ele crescer, vai querer distribuir vinho na balada, nem que tenha que fazer milagre pra isso. Por fim, ele ainda pode te fazer adotar outros filhos, como o meu Cristinho fez comigo aos pés da cruz e me deu João – e assim, todo o resto da humanidade – como filho. Olha eu de novo sendo mãe sem ter dado umazinha. Mas pode ser que seu filho seja um sucesso, conhecido mundialmente, e as pessoas se lembrarão de você pelos séculos e séculos. Amém.

Podem me enviar perguntas porque Maria intercede ao Pai por todos vocês e também responde.



Escrito por Deus às 14h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




E eu, que nao tenho pra quem rezar ou reclamar?





Pai como renascer da água e do espírito?
Luis

Filho,minha nossa. Renascer? Então por acaso vc tá crente que nasceu da água e do espírito? Porra filho. Aqui na minha memória divina nao consta que fiz vc com defeitos. Você precisa largar essas vodkas baratas. Se quer renascer da água e do espírito, toma um chá de cogumelo ou cheira sua meia suja 20 minutos.

Escrito por Deus às 19h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Papai Noel.



Falaê frutos do meu saco divino. Fim de ano é foda. Você fazem com que eu sempre me arrependa dessa história de ter criado esse planeta problema. A começar pelo cara da foto, o papai noel. Puta que pariu. Imagina só. O São Nicolau, já nem consegue mais rir do fato de algum tomador de ácido ter inventado esse lance de fábrica de brinquedos, anões, renas, trenós, chaminés e tudo mais. Como é que pode até hoje vocês organizarem essas festinhas pra reunir a família, regadas a muito gorô pra ficar um xingando o outro? Vocês são algum tipo de loucos masoquistas? Passei a noite inteira aqui ouvindo mãe, pai, filho e tia velha gritando. Não pude nem consolar meu filhão predileto, Jesus, que todo ano, nessa época, se entope dos mais variados tipos de antidepressivo pra superar o fato de terem inventado esse aniversário, sendo que o de verdade é em março. Falaê, você ia gostar de comemorar seu aniversário 2 meses antes? Jesus fica mais insuportável que a Luciana Gimenez nessa época do ano. Mas o terror não acaba aí. Não pense que mesmo sendo Deus, minha paciência é infinita. Eu preferia três chutes do Roberto Carlos ( o das meias) no saco do que agüentar o John Lennon cantando imagine sem parar.
E mais uma vez, as vezes penso em criar outra praga pra esse mundo que faça vocês pararem de ficar pedindo coisas no ano novo. Mais uma vez, puta que pariu!!! Ano novo é o caralho. Já reparou como na virada do ano o sol nasce e se põe do mesmo jeito que nos outros dias? Muda alguma coisa? Você que é uma baleia descontrolada, acha que assim que o ponteiro dá meia noite alguma coisa dentro dessa cabeça de gordo vai mudar e te fazer comer menos? Não vai. E se você passou o ano todo sem conseguir parar de fumar, deveria pelo menos ser macho ou femêa, e incluir nas suas resoluções de ano novo, que dessa vez você vai parar de parar de fumar. Tente umas coisas mais viáveis do tipo, esse ano vou dar mais,comer menos, vou mentir menos, vou diminuir as puxadas de saco, vou tentar ganhar minha própria grana ao invés de chupinhar quem tem a dele e no caso dos publicitários algo como: vou roubar menos idéias, aprender a conviver com as pessoas dentro da agência sem levar em conta quanto elas ganham ou quantos prêmios em Cannes elas têm e até mesmo tentar não dar em cima da mulher dos colegas de profissão. Mas faça isso todo dia, pq como o paps gosta de deixar bem claro, pode ser seu último ano na terra. E, vou te dizer, vocês me poupariam um bocado de mau humor se aprendessem a valorizar o povo em vida ao invés de ficar chorando no natal e no ano novo pelas pessoas que eu tirei daí e trouxe pra cá. Nem elas acham isso bonito. Pelo contrário, ficam putas de nunca terem ouvido as coisas que vocês falam em vida. E mais ainda com esse estigma de que sempre quem morre, não tem defeito, teve uma vida perfeita e é bom caráter.
Agora, o lado divertido de ter tantos filhos com um certo grau de retardo mental nessa época do ano são as estradas. Hahahahahaha vocês que se divertem aí na TV assistindo aquelas perseguições policiais deveriam ver daqui de cima como é engraçado ver os débeis mentais sem nenhuma noção de física, mais especificamente, aceleração, força centrífuga, impenetrabilidade da matéria, desaceleração, etc. dando Adeus a esse mundinho tosco pra pegar um bronze no inferno.
Chega!
Vou nessa pq tenho uma reunião com São Pedro já, já pra definir as primeiras tragédias do ano. Continuem perguntando.

Escrito por Deus às 18h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Novos Hábitos, novos mundos.



frustrada pergunta: Pai, qual o seu conselho para as pessoas que não conseguem criar mundos novos? existe algum programa de computador, ou até mesmo algum certo hábito que facilite essa prática? beijos.

Filhotinha, isso parece muito mais complicado do que realmente é. Criar novos mundos passa obrigatoriamente por criar novos hábitos. De alguma maneira você e boa parte dos seus irmãozinhos e irmãzinhas se esqueceram de que mandam em suas próprias vidas e ficam buscando segurança o tempo todo. Quem joga na retranca faz o jogo ficar feio. Não basta escolher modelos de comportamento e ser fiel a eles. Recomendo um tratamento de choque: vá até um necrotério ou um velório qualquer e dê uma olhadinha num presunto. Depois coloca na cabeça que a qualquer momento essa carcaça que você tá usando vai estar lá inerte. E toda a segurança não vai significar nada. Hoje paps tá filosófico. Mas é difícil pra vocês se livrarem do medo de serem ridículos ou condenáveis. Pois sejam aos poucos. Criar novos mundo e deixar de ser frustrada é uma tarefa de todo dia. Pequenos gestos como dizer "não" uma vez ou outra em questões que sempre se diz sim, gritar, se dirigir a pessoas que não conhece na rua, shopping, metrô, etc e fazer comentários non sense. Ver filmes que nunca considerou ver, mudar o caminho pro trabalho, escola ou pra faculdade, deixar o carro em casa e sair a pé ou de busão. Isso muda a perspectiva e tira o cérebro do automático. Mas tem uma atitude pra quem já tá bem graduado na prática que é muito boa: mudar de cidade, área de trabalho ou país. É lindo quando eu vejo um filho crescendo e soltando um foda-se tão alto que dá pra ouvir aqui de cima. Aprenda querida filha a dizer foda-se e quando estiver se levando muito a sério, pensa no Hugo Chávez, querendo exumar o Bolívar, ou no Fidel com aquela roupa ridícula, no Sílvio Santos jogando aviões de dinheiro, no cara que criou a propaganda do "mamãe eu quero fazer cocô na casa do Pedrinho" Eles não têm medo do ridículo. E se nada disso funcionar, lembra do Corinthians, dos selinhos da Hebe ou, em último caso, do velório.

Escrito por Deus às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




O retorno






Então é isso. Voltar é sábio. Voltar é lucrativo. Voltar é uma grande jogada.
Adivinhem: Papai voltou.
E ainda colocou o bigode, que tentou me matar, de castigo. Tá lá agora preso num quarto por umas duas décadas humanas ouvindo o ex-dupla do Daniel, o João Paulo, cantando sem parar.
Esse tempo serviu pra fazer o pap's se livrar de todo o asco (parte dele) da humanidade e depois de passar quase uma eternidade em conferência por aqui com Freud e depois com Jung, resolver continuar à disposição. A visão contínua faz a gente não prestar mais atenção. Você vai todo dia pelo mesmo caminho pro trabalho ou pra escola e não vê as alterações na paisagem. Não repara mais.
Meu filho Plant, mesmo com essa cara de Tia Zulmira, foi capaz de lotar o show junto com seu irmão. Sim, o tempo passa implacavelmente aí nesse mundinho fedido que criei. Então continuo aqui quebrando a cabeça pra saber se sou mesmo o pai de vocês. Pq parece que ninguém aí herdou um pouco da minha capacidade de criar mundos novos. Vejo vocês com cara de cu o dia todo. Andando curvados, resmungando em silêncio e reclamando com o primeiro que der ouvidos.
Por que não fazem o mesmo que eles, o Sting, e todos os outros voltadores? Sumam.
Sumam um tempo e depois voltem. Mesmo que não fisicamente. Vocês vão ver como vão parecer mais interessantes, atraentes e dignos de atenção. As pessoas adoram sumiços. É que nem parar de fumar. Muitos param só pra poder sentir o gosto de voltar. Portanto fihotes meus, sumam. Mas mandem suas perguntinhas.

Escrito por Deus às 17h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Fala people. Aqui é o São Tomé. O paizão disse que depois dessa reunião do the police, ele também vai voltar. Mas eu só acredito vendo.

Escrito por Deus às 12h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Nao adianta mais escrever

Deus está morto.



Escrito por Deus às 21h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




História ocultas da Bíblia Vol I - GENESIS



Bom filharada papis tava sumido, mas não dava pra avisar. Me sentia mal como divindade suprema e criador do mundo dar satisfação a meus filhos. O que importa é que tava preparando a nova cara desse blog que vai abordar principalmente as histórias bíblicas e contar o que aconteceu realmente através do relato de quem esteve lá. Como o começo da história tem a ver com o começo do mundo quem vai contar o que aconteceu de fato sou eu mesmo.

Diz o Gênesis que no princípio Deus criou os céus e a terra. Primeira mentira.
No princípio nada do que eu tinha criado funcionou quando liguei na tomada. E descobri que tinha fumado muito cannabis sideral e esqueci algumas pecinhas. Aí, no princípio, já saiu tudo pronto. Foi ao mesmo tempo. Sem essa conversa mole de "e Deus disse haja luz e houve luz". Peraí
Porra!! que tipo de Deus vocês acham que fica aí criando mundos e falando sozinho: " haja luz!!" e tchanan aparece a luz. Não tinha nem platéia. Isso jamais aconteceu. É coisa de quem assiste Scooby Doo e adora o formato narrativo-confessional de personagem que narra em voz alta o que está fazendo porque não quer dar ao telespectador o trabalho de pensar e analisar sozinho.
E no livrinho segue o papo estranho de que no segundo dia isso, no terceiro, aquilo. Cara, eu ainda nem tinha inventado o cara que ia inventar o calendário. Não tinha nada, já disse. Pensei e tava pronto, na mesma hora. Foi feito na primeira idéia. Não tinha cliente. Eu mesmo tava aprovando. Então saiu imperfeito mesmo. Mas ainda assim, bem ducaralho em alguns lugares e épocas.
Bom queridos, aí que começa a fuder mesmo. No sexto dia eles inventam que Eu disse que faria o homem a minha imagem e semelhança. HAHAHAHAHAHAHAHA peraí. Se eu fizesse um monte de deuzinho ia me divertir como? Eu fiz os homens e mulheres depois de muito aperfeiçoar meu pensamento. Quando inventei o pinto, a xota, a orelha, o cotovelo, o umbigo a sobrancelha, as costas cabeludas e o culote eu tava bem loco. Ri muito. E ainda coloquei coisas que nem serviam pra nada como o apêndice e as cutículas, sem noção. Usei um pouco de senso de humor na hora de criar bichos como a girafa, o rinoceronte e o ornitorrinco. Além de compor, queria que isso aí fosse visualmente intrigante. Daí eles dizem que eu ia fazendo e que tinha gostado. Como eles sabem? Não lembro de ninguém lá assistindo. Ah... deve ser porque eles nem existiam. E descansei por sobre minha obra? Descansei onde? Cacete. Eles não mencionam nada sobre eu ter criado a espreguiçadeira divina, ou a cama e o colchão ortopédico divino pra poder descansar. E se fosse sobre minha obra tudo estaria esmagado e eu teria que começar de novo. Meu Deus!!!Ops, Meu eu!!!! Como vocês acreditam num livro que na primeira página tem mais absurdos que a lista das ex esposas do Fábio Jr.???
O livro segue dizendo que comecei com adão e Eva que chamei o primeiro rio disso, o segundo daquilo. Eu fico louco. Cara olha só o Deus manezito que criaram: cria um mundo, descansa, fica dando nominho pra rio, criando um ser do nada, e tirando uma costela do "ser do nada" pra fazer surgir uma fêmea que encaixa. Aí depois eles têm dois filhos e aí? Como surgiram as pessoas do mundo??
Caim foi pra banda do oriente do Éden e conheceu sua mulher.. ooooppppaaa!!! De onde veio essa mulher? Não era só Adão e Eva?? Caim nem podia comer o Abel ou vice versa porque nenhum dos dois tinha útero, cacete. Então da onde veio? Meu amigo! Nem os roteiristas do zorra total escrevem um roteiro tão ruim.
Vou parar aqui hoje e no próximo post a palavra vai ser do Adão, Caim e Abel que vão esclarecer tudo que realmente aconteceu. Houve mesmo aquele homicídio? Se houve foi mesmo Caim que matou Abel? Alguém mais tinha motivos?? Não percam no próximo post.

Fiquem comigo.

Escrito por Deus às 00h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




História do sarcasmo



Como vocês puderam perceber vendo a absolvição do Renan, a morte do Pedro de Lara e o lançamento de mais alguns filmes nacionais que pra variar falam de miséria e bandidos, eu abandonei vocês de novo. Mas voltei.


Bom, nessa minha volta pós meteorito no Peru, que ainda vai dar muito o que falar porque ainda teremos muitos desdobramentos desse episódio, já que não se pode confiar na história, pensei em esclarecer alguns momentos históricos importantes como o que abordarei hoje: o surgimento do sarcasmo.


A história do sarcasmo.



Fabien Lucien François de Sarcasm, mais conhecido como Fabien Lucien um cara muito mau humorado que não perdoou ninguém François de Sarcasm (Montpellier, 21 de maio de 1720; Saint-Maurice, 25 de dezembro de 1801) foi um aristocrata francês que vivia em seu castelo e sofria muito com a burrice em torno dele. Naquela época, vários episódios contribuíram para introduzir o sarcasmo no mundo, o que trouxe muitos problemas pessoais ao marquês. O primeiro deles foi aos 16 anos. O Marquês caiu do cavalo e teve uma fratura exposta na tíbia direita e, em meio aos seus urros de dor, seu pajem lhe perguntou: - “você está bem? Deseja que traga um médico?” ao qual o Marquês respondeu: -“Estou ótimo, só costumo gritar assim quando quero demonstrar alegria. E, por favor, não se incomode em chamar um médico. Apesar de não entender nada de medicina, costumo cuidar eu mesmo das minhas fraturas expostas”. O que seu pajem atendeu prontamente e não saiu do lugar achando tudo muito estranho. Esse fato explica a maneira claudicante de andar do marquês até o fim dos seus dias e o porquê dele não ter descoberto o volleyball.


Como as pessoas em torno do marquês não entendiam o sarcasmo, ele passou por apuros ainda maiores. Certa vez, seu pai, lhe apresentou uma mulher cuja feiura lembrava uma mistura da Astrid, Marília Gabriela e Regina Casé com a altura e peso do Jô Soares, dizendo ser a noiva que faria o casamento perfeito para a manutenção da nobreza da família e quando o pai lhe perguntou se ele consentia o marquês respondeu: “não consigo imaginar nada melhor que dormir, acordar e ser fiel a uma mulher de beleza tão singular” E com essa frase o marquês selou um casamento que foi responsável pelo aumento em níveis jamais vistos no seu mau colesterol e no mau humor de um ser humano, agravando seu sarcasmo até o ponto de lhe conduzir a um final trágico.


O Marquês morreu depois de oferecer um banquete à nobreza francesa quando o rei, no auge da bebedeira, estupidamente derrubou vinho na sua própria roupa e perguntou: “fui eu quem fez isso?” ao qual o marquês respondeu: "não, provavelmente tenha sido eu que levantei de minha cadeira aqui do outro lado da mesa, andei até aí e decidi jogar vinho no seu real peito só pra ver sua real cara” Nesse momento sua execução foi ordenada. Dias depois, momentos antes da execução, o marquês ainda conseguiu fazer seu último comentário sarcástico quando lhe perguntaram se tinha um desejo derradeiro. Ele disse: “Sim, quero ser executado daqui há 30 anos” E deu seu último sorriso forçado.


Após 12 anos de estudo sobre sua vida todos então começaram a perceber que tudo que o marquês dizia era o oposto do que queria dizer. E, desde então do seu nome surge o termo sarcasmo.


Post scriptum: Cuidado com o excesso de críticas, acusações, falta de senso de humor, e complexo de sherlock holmes. Isso é sinal claro de uma vida sexual pobre, homossexualismo enrustido e escolhas infelizes de caminhos profissionais e pessoais. Análise é uma maneira muito melhor de lidar com a frustração e dificuldade de gostar de quem você é.



Escrito por Deus às 18h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brazilian Day

  

Filharada. Domingão em NY. O governo americano, incapaz de acabar com os imigrantes ilegais que saem de Governador Valadares na velocidade dos pães na padaria, porque tá ocupado correndo atrás de mexicanos na fronteira, resolveu, há alguns anos, criar um evento destinado a reverter a simpatia que uma pequena parcela dos norte-americanos nutre pelo brasileiros. O objetivo é fazer com que eles odeiem o Brasil e os brasileiros e que arrumem um uso melhor pros doláres do que gastar no Brasil. A receita é muito simples. Criar nojo e repulsa pelo Brasil utilizando o que há de pior na música brasileira. Com o volume máximo , cheio de caipirinha na cabeça, gritando sem parar até atingir o nível máximo na escala Sérgio Mallandro de inconveniência eles conseguem convencer uma boa parte desse norte-americanos a odiar o Brasil, deseprezar a cultura brasileira e preferir ser estuprado por um pudim de leite gigante com vontade própria a viajar pro Brasil. Esse Brazilian Day afeta profundamente o dia dos nova iorquinos. Os brasileiros comparecem em massa e caem no samba, deixando os restaurantes sem cozinheiros, garçons, ajudantes e faxineiros. O número de taxis circulando caí drasticamente, ficando restritos aos carros dirigidos por indianos e porto riquenhos. As ruas ficam mais sujas porque a garizada tá toda lá, bebaça, mexendo com a mulher dos outros. Os professores de Jiu-jitsu e de capoeira somem. Além disso, o preço das babás dispara porque as brasileiras que são de classe média no Brasil e que moram lá, também estão todas rebolando ao som fantástico do Asa de Águia e cantando junto, algumas até chorando com o Bruno e Marroney. Papai teve que encher a lata depois de ver isso. Fiquei tão transtornado, que protestei operando um milagre no jogo do Corinthians com o Santos hoje. Não é fácil assistir as coisas daqui de cima. Tem hora que dá uma vergonha fudida. Ainda bem que não chamaram o Maurício Mattar pra cantar nem o Raul Gil pra apresentar. Tomara que eles nunca percebam que os personagens do cenário musical brasileiro são uma ameaça muito maior a segurança deles do que o Bin Laden ou qualquer outra arma quimíca. A hora que perceberem o quanto o psciológico é afetado por tanta gente ruim é capaz de mandarem seu exército "b" ou reserva pra dizimar a fauna dos músicos brasileiros.     



Escrito por Deus às 22h23
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Aquecimento global



Temerário pergunta: Pai, o senhor vai deixar a gente morrer cozido com o aquecimento global?


Deus responde: Filho, o primeiro sintoma evidente do aquecimento global é a quantidade de gente que tá esquentando a cabeça com isso. Depois da Era do gelo, vamos entrar na era do calor da porra.


Pois é filharada, voltando a um tema recorrente aqui no blog eu novamente protesto. Como assim: “ você vai deixar a gente morrer cozido”? Quem foi que cortou uma porrada de árvore pra fazer estante , mesa , cadeira e criar pasto pra boi e não faltar Big Mac no mundo? Fui eu? Eu nem como carne. Aliás, o boi foi uma invenção de um dia que eu tava de ressaca, bem louco. Até hoje fico me perguntando onde eu queria chegar com essa criação. O bicho é feio pra cacete, bobo, e é tão estúpido, que não pode nem ser amestrado pra fazer truques legais. Só serve mesmo pra enriquecer o Renan Calheiros, promover o Ronald Mc Donald e desbancar a viadagem do topo da lista de preferências dos gaúchos.


Poliana tá aqui me lembrando o lado bom do aquecimento global, em breve, vocês poderão ver as pernas das siberianas, ninguém mais vai morrer de frio, Aspen e Bariloche vão ficar sem graça pra cacete, nem de mil andorinhas, nem de uma andorinha vocês precisarão pra fazer verão, os desfiles de moda vão se restringir ao lançamento da coleção verão/verão, o chuveiro elétrico não será mais necessário, além disso, a mulherada vai começar a andar pelada, a campanha do agasalho será só uma lembrança, nenhum outro navio vai afundar em colisões com icebergs, e haverá um novo continente pra morar, desmatar, detonar, explorar, poluir e exaurir: a Antártida. Lá será a nova moradia da humanidade. Ninguém mais vai agüentar correr atrás de trio elétrico, que serão extintos em pouquíssimo tempo. As mães não precisarão mais falar para seus filhos pegarem o agasalho, os fogões não precisarão mais de forno, finalmente será extinta a dança no gelo do Faustão e o holiday on ice, os moradores das cidades com praias vão viver na praia em vez de trabalhar (ops já se faz isso no rio) entre outros benefícios. Lógico, será doloroso jogar fora os aparelhos de fondue, pensar no que fazer com as lareiras, ver as tatuagens desbotando e não dar mais pra usar roupões de algodão egípcio.


É, rebanho meu, o aquecimento global vai assar as batatas de todo mundo. E, talvez, nem suando muito ainda dê tempo de consertar a merda que vocês fizeram.


Mas quem estiver muito ansioso e não quiser esperar mais alguns anos, pra sentir os efeitos do aquecimento global é só viajar até Manaus. Lá você pode simular a vida com sol na moleira full time. Você vai poder treinar o que é morar num lugar fedido, com um bafo que gruda em você assim que sai do saguão do aeroporto, enfrentar um trânsito absurdo onde o pessoal anda na contramão, estaciona em via expressa e ninguém reclama. Vai poder treinar também o que é viver com lixo espalhado pela rua, pagar 8 reais em dois tomates, não se incomodar com nada, sair suado do banho, pegar dengue uma vez por semana, malária uma vez por mês, viver a 5 por hora sem se mexer demais pra não cansar e, o que é melhor, trabalhar bem pouquinho. Lá, você vai perceber que os primeiros efeitos do aquecimento global são: falar português com erros grotescos de concordância, embaralhar a voz, dificultando a dicção e ter uma fortíssima fobia de desenvolvimento e evolução.


Pelo amor de mim. Tomara eu, que isso ainda possa ser revertido.


Fiquem comigo.



Escrito por Deus às 00h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Vila Olímpia

Lelo Pergunta: Pai pq vc criou a Vila Olímpia?

Deus responde: Fala filharada, vou contar uma breve historinha sobre esse bairro de SP repleto de Paris Hiltons e Barrichelos covers. No início do século XX, a Vila Olímpia era formada por chácaras na parte alta
(próximo à Av. Sto. Amaro e Av. dos Bandeirantes) e terrenos alagados na parte baixa (próximo à Av. Nações Unidas e Av. Pres. Juscelino Kubitschek).

Na década de 30, algumas dessas chácaras foram loteadas e, além de campo de futebol, surgiram as primeiras construções, residências, galpões/armazéns e etc.
Naquele tempo, as ruas eram identificadas por números e, em 1937 quando a entidade "Casa do Ator" construiu sua sede no nº 275, passou a ter o nome "Rua Casa do Ator", entidade esta que abrigava artistas aposentados.,(chegou a abrigar 80 artistas) funcionando até o início da década de 80.

De lá pra cá a Vila Olímpia regrediu muito. Casas noturnas, barzinhos e todas as iscas que atraem meus filhotes cheios de gel, correntes de ouro e outros ícones que querem dizer: "ei, eu não sou um cara interessante, não sei conversar, tenho ejaculação precoce, mas sou rico" começaram a dar resultados e hoje em dia os moradores antigos da área não tem nenhum medo do inferno porque sabem que talvez só Serra Leoa seja pior que a Vila Olímpia.

Mas a função desse bairro é simples,  Na natureza o equilibrio é fundamental e as espécies precisam de áreas onde se agrupar. Não  daria certo as zebras pastarem no território dos leões. Na vila Olímpia algumas espécies, como os Konmninguens estão muito bem adaptadas e se reproduzindo em banheiros de boate, festinhas particulares regadas  a sanduiches de salmão na ciabatta, pó, skunk, ecstasy e muitos outros facilitadores do estreitamento das relações interanimais.

Mas não é só isso, a Vila olímpia tem ajudado a formar monges tibetanos que, como prova final do curso de Dalai, precisam passar algumas semanas lá sem se irritar. Muitos fracassam e descobrem que não tem vocação para amar o próximo quando ele está tão próximo como por exemplo debaixo da sua janela com um carro equipado com um sistema de som que vale mais que seu apartamento tocando misturas sonoras primitivas como chiclete com banana, e grupos musicais como o Racionais, que retratam uma realidade que eles só conhecem do canal Brasil e de quando assistiram Cidade de Deus. 

A Vila Olímpia também oferece a oportunidade aos meus filhos queridos e mais perspicazes de valorizarem suas casas (desde que fiquem em outros bairros) e os momentos que podem passar em atividades muito mais produtivas do que chiar pneu em frente a boates ou sair pagando champagne pra quem tiver a bunda mais cobiçada da balada enquanto narra maçantemente o roteiro das viagens que fez pra europa na semana anterior.

Como não dá pra ter Luz sem fazer sombra, podemos dizer que a Vila Olímpia é a sombra que os lugares interessantes de SP fazem. Sem esquecer que também é a prova de que ninguém precisa morrer pra ir pro inferno. Mas tem coisas boas por lá, o problema é que são poucos os seres de bem capazes de ir lá procurar.



Escrito por Deus às 01h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Homem, Mais de 65 anos, Esperanto, Coleções e miniaturas
Outro - deusresponde@bol.com.br
Histórico
    Votação
      Dê uma nota para meu blog