Deus responde


Aquecimento global



Temerário pergunta: Pai, o senhor vai deixar a gente morrer cozido com o aquecimento global?


Deus responde: Filho, o primeiro sintoma evidente do aquecimento global é a quantidade de gente que tá esquentando a cabeça com isso. Depois da Era do gelo, vamos entrar na era do calor da porra.


Pois é filharada, voltando a um tema recorrente aqui no blog eu novamente protesto. Como assim: “ você vai deixar a gente morrer cozido”? Quem foi que cortou uma porrada de árvore pra fazer estante , mesa , cadeira e criar pasto pra boi e não faltar Big Mac no mundo? Fui eu? Eu nem como carne. Aliás, o boi foi uma invenção de um dia que eu tava de ressaca, bem louco. Até hoje fico me perguntando onde eu queria chegar com essa criação. O bicho é feio pra cacete, bobo, e é tão estúpido, que não pode nem ser amestrado pra fazer truques legais. Só serve mesmo pra enriquecer o Renan Calheiros, promover o Ronald Mc Donald e desbancar a viadagem do topo da lista de preferências dos gaúchos.


Poliana tá aqui me lembrando o lado bom do aquecimento global, em breve, vocês poderão ver as pernas das siberianas, ninguém mais vai morrer de frio, Aspen e Bariloche vão ficar sem graça pra cacete, nem de mil andorinhas, nem de uma andorinha vocês precisarão pra fazer verão, os desfiles de moda vão se restringir ao lançamento da coleção verão/verão, o chuveiro elétrico não será mais necessário, além disso, a mulherada vai começar a andar pelada, a campanha do agasalho será só uma lembrança, nenhum outro navio vai afundar em colisões com icebergs, e haverá um novo continente pra morar, desmatar, detonar, explorar, poluir e exaurir: a Antártida. Lá será a nova moradia da humanidade. Ninguém mais vai agüentar correr atrás de trio elétrico, que serão extintos em pouquíssimo tempo. As mães não precisarão mais falar para seus filhos pegarem o agasalho, os fogões não precisarão mais de forno, finalmente será extinta a dança no gelo do Faustão e o holiday on ice, os moradores das cidades com praias vão viver na praia em vez de trabalhar (ops já se faz isso no rio) entre outros benefícios. Lógico, será doloroso jogar fora os aparelhos de fondue, pensar no que fazer com as lareiras, ver as tatuagens desbotando e não dar mais pra usar roupões de algodão egípcio.


É, rebanho meu, o aquecimento global vai assar as batatas de todo mundo. E, talvez, nem suando muito ainda dê tempo de consertar a merda que vocês fizeram.


Mas quem estiver muito ansioso e não quiser esperar mais alguns anos, pra sentir os efeitos do aquecimento global é só viajar até Manaus. Lá você pode simular a vida com sol na moleira full time. Você vai poder treinar o que é morar num lugar fedido, com um bafo que gruda em você assim que sai do saguão do aeroporto, enfrentar um trânsito absurdo onde o pessoal anda na contramão, estaciona em via expressa e ninguém reclama. Vai poder treinar também o que é viver com lixo espalhado pela rua, pagar 8 reais em dois tomates, não se incomodar com nada, sair suado do banho, pegar dengue uma vez por semana, malária uma vez por mês, viver a 5 por hora sem se mexer demais pra não cansar e, o que é melhor, trabalhar bem pouquinho. Lá, você vai perceber que os primeiros efeitos do aquecimento global são: falar português com erros grotescos de concordância, embaralhar a voz, dificultando a dicção e ter uma fortíssima fobia de desenvolvimento e evolução.


Pelo amor de mim. Tomara eu, que isso ainda possa ser revertido.


Fiquem comigo.



Escrito por Deus às 00h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Vila Olímpia

Lelo Pergunta: Pai pq vc criou a Vila Olímpia?

Deus responde: Fala filharada, vou contar uma breve historinha sobre esse bairro de SP repleto de Paris Hiltons e Barrichelos covers. No início do século XX, a Vila Olímpia era formada por chácaras na parte alta
(próximo à Av. Sto. Amaro e Av. dos Bandeirantes) e terrenos alagados na parte baixa (próximo à Av. Nações Unidas e Av. Pres. Juscelino Kubitschek).

Na década de 30, algumas dessas chácaras foram loteadas e, além de campo de futebol, surgiram as primeiras construções, residências, galpões/armazéns e etc.
Naquele tempo, as ruas eram identificadas por números e, em 1937 quando a entidade "Casa do Ator" construiu sua sede no nº 275, passou a ter o nome "Rua Casa do Ator", entidade esta que abrigava artistas aposentados.,(chegou a abrigar 80 artistas) funcionando até o início da década de 80.

De lá pra cá a Vila Olímpia regrediu muito. Casas noturnas, barzinhos e todas as iscas que atraem meus filhotes cheios de gel, correntes de ouro e outros ícones que querem dizer: "ei, eu não sou um cara interessante, não sei conversar, tenho ejaculação precoce, mas sou rico" começaram a dar resultados e hoje em dia os moradores antigos da área não tem nenhum medo do inferno porque sabem que talvez só Serra Leoa seja pior que a Vila Olímpia.

Mas a função desse bairro é simples,  Na natureza o equilibrio é fundamental e as espécies precisam de áreas onde se agrupar. Não  daria certo as zebras pastarem no território dos leões. Na vila Olímpia algumas espécies, como os Konmninguens estão muito bem adaptadas e se reproduzindo em banheiros de boate, festinhas particulares regadas  a sanduiches de salmão na ciabatta, pó, skunk, ecstasy e muitos outros facilitadores do estreitamento das relações interanimais.

Mas não é só isso, a Vila olímpia tem ajudado a formar monges tibetanos que, como prova final do curso de Dalai, precisam passar algumas semanas lá sem se irritar. Muitos fracassam e descobrem que não tem vocação para amar o próximo quando ele está tão próximo como por exemplo debaixo da sua janela com um carro equipado com um sistema de som que vale mais que seu apartamento tocando misturas sonoras primitivas como chiclete com banana, e grupos musicais como o Racionais, que retratam uma realidade que eles só conhecem do canal Brasil e de quando assistiram Cidade de Deus. 

A Vila Olímpia também oferece a oportunidade aos meus filhos queridos e mais perspicazes de valorizarem suas casas (desde que fiquem em outros bairros) e os momentos que podem passar em atividades muito mais produtivas do que chiar pneu em frente a boates ou sair pagando champagne pra quem tiver a bunda mais cobiçada da balada enquanto narra maçantemente o roteiro das viagens que fez pra europa na semana anterior.

Como não dá pra ter Luz sem fazer sombra, podemos dizer que a Vila Olímpia é a sombra que os lugares interessantes de SP fazem. Sem esquecer que também é a prova de que ninguém precisa morrer pra ir pro inferno. Mas tem coisas boas por lá, o problema é que são poucos os seres de bem capazes de ir lá procurar.



Escrito por Deus às 01h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ufos e ETs



Nina pergunta: Pai, existem discos voadores? Se existem, o que vem fazer aqui?

Deus responde. Existem sim. Minha filha querida. Eles são muito parecidos com vocês. Promovem corridas, ralis e excursões com as naves. Assim como os pilotos da Air race, eles usam os sistemas solares e planetas como roteiros de corrida que são transmitidas aos seus planetas de origem. Também existem casos em que eles fazem excursões das escolas quando estão estudando mundos primitivos habitados por cabeçudos destruidores de planetas. Gostam de vir aqui assistir algumas barbaridades como touradas, desmatamentos, show da Xuxa, farra do boi, rodeios, shows do Zezé de Camargo e Luciano, Calipso e gostam de se misturar às pessoas, até mesmo assumindo identidades terráqueas. Ou você acha que o Rui, esse da foto, que joga no Figueirense é um ser humano?
Existem também cientistas de outros planetas que vem à terra para fazer experimentos. Eles vêem vocês como ratinhos brancos e o planeta como um laboratório. Quer um exemplo? Atualmente um grande projeto do planeta Zorion está estudando a formação da imbecilidade e estupidez humana. Núcleos de pesquisa estão monitorando os islâmicos, e seus rituais de autoflagelo, os jogadores de badmington, o golfe, a axé music, os fãs do Dream theater, ,os evangélicos pagadores de dízimo, os eleitores do Renan Calheiros, do Maluf, do Bush, o anão megalomaníaco do Chávez, os seguidores do Fidel e os corinthianos. Mas nenhuma dessas missões ou incursões é preocupante. Pelo contrário, eles querem mesmo se assegurar que os sinais captados por seus sofisticados medidores de ignorância aí na terra não são uma ameaça ao mundo deles.
Beijos do papito magnânimo.


Escrito por Deus às 09h04
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Bolsas, doenças e revolução



Papai tem recebido muitos filhos de volta ao lar graças à crise na bolsa. O coraçãozinho não agüenta tanta emoção quando tudo que o sujeito tem tá ligado a um cassino legalizado interligado mundialmente. Teve até o caso de um de meus filhos que perdeu tudo e resolveu pular da janela. Mas como faltou coragem, hoje ele completa quatro dias sentado no parapeito de um arranha céu em Chicago. Talvez eu o deixe lá mais uma semana ou duas, ainda não decidi. Como disse no post anterior e, respondendo um dos comentários que dizia que uma andorinha só não faz verão, eu recomendo a vocês uma revolução. Mas também alerto que ela não deve começar logo após a refeição. O que poderia gerar gases e, até mesmo, vômitos. Que tal terminarem o namoro com a inutilidade? Sigam o exemplo do meu filho Walter Junqueira que após tentar traduzir os livros do José Sarney pro português percebeu que era inútil e hoje é um feliz bicampeão de bocha em Araçatuba.
Sempre achei vocês, meus filhinhos, um pouco estranhos porque pedem sempre mais saúde e mais tempo de vida e se esforçam extraordinariamente pra acabar com as duas o tempo todo. Comem porcarias, ficam nervosinhos, se formam em ciências contábeis, vivem frustrados, trabalham onde não querem, fazem o que não gostam, contratam palhaços pras festinhas de seus filhos, não dizem o que pensam, vão a noites de autógrafos, ouvem cds do babado novo, não conseguem largar o vício milenar da reclamação, da preocupação e de assistir o jornal nacional.
Na economia divina tudo também tem um preço. Cada vez que vocês não vivem seu sonho, isso tem um custo que varia, pode ser baratinho, custar só uma gastrite ou pode ser mais caro. Vai depender do tamanho do sonho e da paixão sufocada em nome da segurança. Pode custar um câncer, um derrame e muitas outras criações incríveis dos nossos departamentos de Moléstias que Enchem o Saco e do de Doenças Com Nome Estranho que Começam Com Síndrome. O problema é que essa contabilidade não aparece pra vocês num menu, onde fica claro quanto custa o quê.
Ninguém se suicida com dinheiro no bolso, filharada. O sujeito gasta tudo antes. Geralmente em coisas que ele jamais compraria quando vivia atrás de segurança como por exemplo 3 caixas de kinder ovo e um cd do KLB pra usar de porta copos.
Só eu sei quando vocês vão nessa. Pode ser amanhã. Então é melhor ser feliz, pq é um saco quando vocês chegam aqui e ficam lamentando ter perdido a mulher que vocês amavam mas que nunca deram assistência porque o brasileirão tava na reta final e não dava pra deixar de ouvir os comentaristas nas próximas 5 horas comentando a rodada.
Bom, vou indo nessa que tenho uma reunião importante com São Pedro. Ele tá muito empolgado e ansioso com o sucesso da pré-temporada dos furacões e quer me apresentar o planejamento das catástrofes naturais do restante do segundo semestre. Ele disse que vão arrasar. Que eu os abençoe.





Escrito por Deus às 14h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Cansei, o caralho!



Falaê filhos, hoje o pai está com o saco cheio. Sabe, esse terremoto no Peru, os furacões que São Pedro tá preparando e mais esses filhos que só me dão desgosto da renascer me deixaram exaustos. Mas nada me encheu mais o saco que essa manifestação rídicula do cansei. Eu vou dizer uma coisa, quem cansou fui eu.Hoje vou ser duro com vocês.
Toda hora chegam milhares de pedidos aqui, pai me ajuda a conseguir isso, a fazer aquilo, a evitar que isso aconteça, etc, etc. Como vocês conseguem dormir tranqüilos pedindo pra eu fazer coisas que só competem a vocês fazerem? Querem que eu dê um jeito no Maluf, no Lula, no Bush e o que vocês tem feito? Fizeram alguma coisa pra mostrar pra essas pessoas que vocês não querem mais financiar as barbaridades que eles inventam? Que moral vocês têm pra me pedir qualquer coisa, se mesmo depois de ver o casal da renascer preso nos estados unidos continuam aí entoando cantigos e rezas mecânicas pra que eu os livre dessa e ainda continuam dando dinheiro pra eles levarem a vida nababesca que levam? Como se atrevem a me pedir ações se preferem transferir pra mim a responsabilidade de vocês de colocar um fim nessa putaria que é o congresso do Brasil? Quem votou nesses vagabundos que vocês elegeram? Vocês adoram um vagabundo. Não é a tóa que estão entrando nessa pilha de publicitários milionários e manipuladores de pegar carona num sentimento nacional de impotência, que vem do fundo da auto estima baixa de vocês, pra se promover e ganhar mais dinheiro ainda pra reforçar as desigualdades das quais afirmam estar cansados.
Ainda bem que inventei o criança esperança, não? Faz vocês se sentirem menos culpados quando ligam e dão 10 reais pra alguém invísível.
Você acha que cola um movimento como o Cansei, que visa um mundo melhor liderado por um dos filhos mais panacas que tive e que ajudou muito fazer um mundo pior? Deixa eu contar um pouco sobre o João Dória Júnior: Além de ter aquela cara de almofodinha que não come ninguém a não ser que pague, é amigo íntimo de FHC, o escroto, que ganhou dele uma escultura da artista Anita Kaufmann nada barata. Tem 47 anos, visual impecável, dono de duas mansões, uma nos Jardins e outra em Campos do Jordão. Patrimônio pessoal avaliado em R$ 70 milhões; é dono da empresa Dória Associados, de um centro de exposições e de uma editora; tem um helicóptero Bell-407 e acaba de comprar um jatinho Phenon. Filho do deputado cassado João Dória, foi secretário municipal de turismo e presidente da Embratur (também afastado por denúncias de corrupção). Com toda esta ''bagagem'', fundou em 1996 a Grupo de Lideres Empresariais (Lide), que reúne 406 executivos e donos de empresas com faturamento acima de R$ 200 milhões. Juntos, estes empresários controlam cerca de 40% do PIB brasileiro. E podem ter certeza que não têm nenhuma preocupação com o ser humano e o planeta além de o básico pra que os seres humanos trabalhem pra enriquecê-los e o planeta continue vivo o suficiente pra que tenham onde gastar op que acumularam. É desse tipo de filho que eu tô cansado. Eles são os grandes responsáveis pela merda em que vocês chafurdam aí. Tô com o saco divino inchadão de ouvir lamentos e ladainhas também. Em vez de ficar chamando o papai pra resolver os problemas, arregacem suas mangas e mostrem que são maioria. Quando olho pra esse big brother que criei tenho vontade acabar com tudo de uma vez. Detonar esse planetinha e começar tudo de novo.
Mas enquanto isso vou dando corda pra esses vagabundos pra ver até onde vai o limite da inércia de vocês. Quantas calamidades mais vou ter que permitir que vocês criem pra ver se acordam desse sono paralisante em que estão mergulhados.
Puta que pariu, filharada. Pára de ser trouxa.


Escrito por Deus às 12h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




WEB 2.0 / Nostradamus



Filharada linda (claro que a Penélope não conta) do meu coração. Papai ontem ficou o dia todo acupado entre terremotos, descarrilamentos, assassinatinhos e outras cositas mais que dizem respeito ao cargo que ocupo. Mas também, quem mandou criar o mundo, não é? Bom, o que mais precisou da minha onipresença ontem, foi negociar com o queridão Nostradamus uma participação aqui nesse meu humilde, porém soberano espaço. Vocês sabem que sou um Deus democrático, uma espécie de ditador do bem. Que não interfiro muito aí no livre-arbítrio (free will para os publicitários que lêem meus textos e que não conseguem viver sem expressões em inglês) que sou do tipo "deixa rolar", (prova disso é que o Josué assinou tranquilo um contrato com um time de quinta categoria da Alemanha e o Chávez continua vivo). Mas chegou a hora de dizer algumas verdades sobre o período histórico em que vocês estão vivendo. Uma revolução que vai deixar mais seqüelas que o acidente do Niki Lauda, cujo impacto vai ser 100 vezes maior que uma queda do jô Soares e vai fazer a revolução industrial parecer um evento sem muitas conseqüencias: a WEB 2.0
Vou passar a palavra pro meu futurólogo mais brilhante, o meu filho que inspirou a visão além do alcance dos thundercats, a primeira mãe Diná da humanidade: Nostradamus, segura daí criança...

"Da tela surgirá a criação de milhões de mãos
e da união de suas idéias
muralhas cairão entre choros e ranger de dentes
obesos chatos,sem microfone e sem aquele-que-compra-o-leite ficarão"


"No silêncio das madrugadas em meio a conjuncão de dois planetas,
uma rachadura ameaçará a solidez das muralhas do império sem conteúdo
o teatro da tela vazio vai deixar adultos sem esperança
quando o sintoma da doença aparecer, o plim plim vai virar buá"


"O passarinho quer cantar e seus comparsas de programas medíocres para o ostracismo irão.
acompanhando o cortejo macabro dos sem talento: mães de filhos de roqueiros, velhas-moças e lindinhas que fazem um trabalho super válido
terapeutas enriquecerão com o dinheiro de suas rescisões"

"A platéia estará no palco
ensinando imbecis a voz da rua
e ninguém mais vai querer saber o reason why
de um mundo vazio"


"Pizzarias sofrerão com o vazio dos grandes edifícios a noite
com o fim do compre, compre, compre, o consumo de gel diminuirá na maior cidade do Brasil
ternos e roupas cool darão lugar às bermudas e chinelos
e quem souber ser criança, no mundo vai mandar"

"o talento está a disposição, sem nenhum custo,
ninguém mais precisa aceitar o que se impõe
Quando o 20 e 10 estiverem unidos
na tela da máquina de pensar será vista a morte dos grandes e surgimento da nova era"

"Imagens, idéias, palavras numa obra coletiva mostrarão a força da união
o planeta irá respirar e a era da enganação e exploração chegará ao fim
o consumo vai ser de idéias, na era do recepiente onde moram os peixes domésticos
a paz será duradoura e os video games fantásticos"


Escrito por Deus às 11h19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Mulheres



Madama K mais que pergunta, desabafa:
Amado, porque vc fez as mulheres engordarem mais que os homens? e porque a gente tem que sofrer as dores e horrores da menstruação, da depilação, do salão de beleza com o barulho do secador, da celulite, da estria rasgando a pele, das carnes balançantes que nos impedem até mesmo de dizer adeus? e olha que nem precisei falar nos problemas do embuchamento...o que o senhor quis dizer com isto? e porque além de tudo Eva que leva a culpa dos pecados alheios? se somos todos feitos à sua imagem e semelhança, porque então ser comparada com uma costela sendo que é cada dia mais impossível ser carne e osso? Quero ser EvaResponde no seu site....


Deus responde:
Filha, recebo pouquíssimas reclamações de mulheres sobre o fato delas encorparem, ganharem peitos e poderem desfrutar do poder do decote, do crescimento do quadril até o nível: "Nuuusssa que delícia" e se tornarem o centro das atenções dos homens conseguindo fazer até com que eles pareçam civilizados e prestativos por algum tempo. O fato é que esse é um poder temporário.O corpo é uma máquina que precisa de combustível de qualidade pra funcionar melhor, por mais tempo. Apesar de que, olhando pra Dercy, não tenho tanta certeza se isso vale tão a pena assim. Na idade média eu levava todo mundo com uns 30, no máximo 40 anos. Choviam reclamações. Agora, vocês vivem mais e mesmo assim não estão satisfeitos.
Você acha que as mulheres mais novas teriam chance de começar sua vida sexual se as balzacas continuassem com o corpinho dos 18 e com a maturidade dos 30-40? Ia ser difícil.
Você se engana ao achar que fui mau com as mulheres e bom com os homens. Analisa:
eles ficam carecas, com uma pança irremovível, com dor no ciático e começam a dormir sentados em plena tarde em qualquer cadeira, e o que é pior, perdem o comando sobre seu melhor amigo, que só quer descansar. Na verdade, como provam o Jô Soares, o Faustão, o Leão e outros rolhas de poço da TV brasileira, além dos tios de qualquer família, os homens engordam muito mais que as mulheres. É certo que eles não tem que passar por salões e nem se depilar, (embora muitos façam questão)excessão feita aos atores pornôs e ao Tony Ramos. Mas por outro lado, os homens são obrigados a levar uma dedada depois dos 40 e ir se acostumando, porque a partir de então, é todo ano. Pra muitos é um divisor de águas. Inclusive a expressão " a vida começa aos 40" foi criada na saída de um consultório de proctologia. Esse paciente, muito reticente, depois de saber que não tinha nada, fez questão de ouvir uma segunda opinião, depois uma terceira e só parou na vigésima.
Para o homem envelhecer é quase a morte. É preferível pra eles mergulhar num barril de álcool depois de se cortar várias vezes do que ser chamado de tio por uma ninfeta que ele deseja e que tem certeza que tá podendo. Imagina se eles soubessem o nojo que causam nelas? Muitos desses homens morreriam de depressão se eu não tivesse inventado o Porshe e as mansões.
A menstruação é um ponto interessante. Na época do brainstorm, até cogitei fazer com que os homens menstruassem, mas cá entre nós, seria bem improvável que eles agüentassem uma cólica. Do jeito que ficam achando que vão morrer quando gripam e como lidam com dorzinhas ridículas, esse bando de chorão não daria conta. Fora a dificuldade que seria atingir o design ideal pra um absorvente masculino. Já imaginou um OB pra homem? Doeria demais colocá-lo.
Não pensem que todos vocês são feitos a minha imagem e semelhança, O russo da TV globo por exemplo, a Astrid,a Luísa Erundina e mais esse monte de feioso que criei só de sacanagem não tem nada a ver com minha imagem galante e garbosa.
Sobre ser a Eva, hummm deixa eu te contar um segredo: ela nunca existiu.



Beijos do papai


Escrito por Deus às 07h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Dia dos pais



Saudações meus rebentos. Em primeiro lugar quero agradecer as felicitações pelo meu dia. Tenho tantos filhos que precisaria da eternidade toda para abrir os presentes que receberia caso fosse um ser físico. Hoje, dia criado pelos meus queridos publicitários, um daqueles dias em que muita gente deixa de fazer o que tá a fim porque pega mal não ir lotar os restaurantes, é também um bom dia para os pais dizerem aos filhos o que esperam deles. E, é exatamente isso o que vou fazer agora.
Meus queridos, hoje o papa de sapatos prada veio a público pedir ajuda aos desabrigados da ásia, entre outras coisas que são lindas de ouvir e que, como os estimados filhos publicitários dizem, agregam valor à marca. Assim todo mundo pensa: que bonzinho esse velhinho. Papito, papai quer que você leia esse trecho do livro que chama de sagrado:

“Parai de armazenar para vós tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem consomem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Antes, armazenai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde ladrões nem arrombam nem furtam. Pois, onde estiver o teu tesouro, ali estará também o teu coração. (Livro de Mateus, capítulo 6, versículos de 19 a 21).”

Lógico que depois de ler isso nem preciso dizer que se você se desfizer de alguns dos tesouros dos museus do vaticano (O patrimônio da Cúria Romana é de US$ 820 milhões), a gente pode dar um bom jeito nesses desabrigados e em mais um monte deles.

Pro meu outro filho espertão, eu sugiro que continue acumulando. Agora pros meus filhos mais três oito meia, meio lerdinhos, que deixam de colocar comida em casa pra não faltar com o dízimo, eu sugiro discernimento ou até mesmo, na impossibilidade desse, o suicídio. Não é por nada, você tem o direito de fazer o que quiser com sua grana, mas depois não vem me encher o saco aqui pedindo isso ou aquilo.
Como disse quando descorri sobre o "Deus lhe pague", eu não vou ficar aqui bancando filho débil mental que faz merda e depois corre pro pai pedindo intervenção. Eu criei o cérebro de vocês, então usem essa merda, porra. Pára de dar dinheiro pra vagabundo. Gasta em viagem, diversão. pizza, bebida, mulher, droga, qualquer coisa, mas não fica aí colaborando na vaquinha pra pagar o salário do Paulo Henrique Amorim, do Marcio Garcia e de mais um monte de filho que mama no seu salário, cacete!

Hoje papai quer dar o presente. Papai está trabalhando para colocar no ar um site onde vamos discutir esse e outros enganos do mundo com muita clareza e transparência. Com participação de todo meu staff. E uma das matérias do site vai ensinar você a ter sua própria igreja, seu próprio séquito de devotos e um puta faturamento. O da universal aí do Edir da foto é de mais de 2 bilhões por ano. Que tal?
Aguardem o site.

Bom papai já vai indo que hoje é um dia leve e daqui a pouco vou dar uma ajudinha pro tricolor no jogo do botafogo.

Bjos magnânimos.


Escrito por Deus às 11h48
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Brancura total



Preto no branco pergunta: Deusinho meu, porque você criou os albinos?
Deus responde:
Os albinos não são uma maioria no mundo como é o caso das pessoas feias que comentei num post anterior. O albinismo foi uma experiência com proteínas que andei fazendo para atender um pedido pessoal, ops, espiritual de São Benedito, defensor ferrenho das causas dos negros. Ele já andava puto com as expressões humanas que associavam a cor preta a tudo de ruim como o “dia foi negro”, “A coisa tá preta”, entre outras e, como grande ativista da comunidade negra, me desafiou a criar o preconceito contra brancos.
Foi aí que inventei os albinos. Muitos sofrem preconceitos e são vistos com grande curiosidade pelas pessoas, como se fossem uns objetos legais que alguém trouxe do Paraguai. Veja você que curioso funcionamento tem a mente humana. O medo que costuma ser o responsável pela preservação da vida, de tão eficiente, vira o chefe da bagaça toda. E, tadinho, ele é burrinho. Tudo que vê de diferente faz com que soe um alarme. “ops, veja só a cor dele, é diferente, é melhor deixa-lo sob vigilância”. Mas essa diferença é massa. Gostei tanto do resultado, que estendi o albinismo aos animais e ao mundo da música. Como por exemplo esse meu filhão da foto e seu irmão Hermeto Pascoal.


Escrito por Deus às 16h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Roupas e Heavy metal



Hoje papai tá de boa e vai responder duas perguntas.
Radamés pergunta: Grande god, me explique a existência dos heavy metals, qual o motivo de tanta agruras na vida?
Andy pergunta: Pai qual o motivo das pessoas usarem roupas? Quem inventou? Pq ?

Deus responde as duas:
Filhotinho do meu coração, o heavy metal, segundo a história humana, é um produto da contracultura em resposta à sociedade conservadora dos anos 60. Os cabelos grandes, mal lavados, sebentos, as roupas rasgadas, braceletes de espinho, calças de couro e outros acessórios, são alguns de seus símbolos. É lógico que o Dream theater é um capítulo a parte, um pai tem que amar seus filhos mesmo quando eles não nascem com a saúde perfeita. Mas mesmo sendo meus filhos eu tenho imensa dificuldade em ter orgulho deles. Eles são caras tristes porque não são do Iron Maiden e nem do Jean Michel Jarre. Mas deixando esse meus filhinhos posers, obesinhos e chatos pra cacete de lado, esse estado de ser do contra explica um pouco do porquê da sua criação. Nada melhor que uma música muito barulhenta, um cabelo seboso, e amigos sinistros pra criar um típico conflito chavão entre pai e filho. E, nos casos, dos que resolvem ser bateristas, com os vizinhos também. Esses conflitos básicos são que nem a ala das baianas no carnaval, obrigatórios.
Ai, ai, essa questão da dualidade. Minha ironia é manifestada nesses conflitos. Quer coisa mais louca que um pai que já foi da idade do filho, passar pelo mesmo tipo de treta que teve com o pai dele, só que do outro lado da história? E isso vai se perpetuando. Em várias áreas. Deu um pé na bunda de alguém? Vai levar um também. É baterista? Vai ser vizinho de um cara aprendendo a tocar sax. Isso não é castigo divino. É pedagogia. Não adianta ficar aqui tentando explicar como é a sensação de criar maravilhas como a Scarlett Yohansson. Isso vocês só saberiam se pudessem criar uma. Teriam que viver isso na minha pele (apesar de eu não a ter)
Agora, o outro lado dessa história é que os Heavy Metals são importantíssimos pro mundo das drogas, vendas de camisetas com capas de disco silkadas, crucifixos invertidos, goró, controle biológico dos morcegos, roupas de couro, óculos rayban, motos, cirurgiões plásticos de jornalistas e muito mais coisas. Nada contra eles. Pelo contrário, ouço Megadeth direto. É minha trilha preferida na hora de causar acidentes. Os Heavy metals foram a melhor maneira que encontrei pra rachar de rir quando vejo centenas de pessoas ao mesmo tempo balançando a cabeça num estádio depois de ouvir Méttallllllllllllllll.
Sobre a roupa, ela inicialmente existiu pra proteger do frio. Hoje ela serve pra proteger do ser carregado de testosterona e, no caso dos homens, pra não acabar com as chances de algumas mulheres quererem dormir com eles. Roupas são usadas por questões sociais, culturais, ou por necessidade. Existem agulhas feitas de marfim de mais de 30 mil anos atrás. Quem inventou a primeira roupa foi Ughh, o neanderthal. Ele tava com um frio da porra quando caçou um filessauro filhote e percebeu, depois de umas 5 horas caminhando, que aquele peso nas costas dele ajudava a aquecer, e como ele tava solteiro há um tempo, também proporcionavam uma sensação agradável de calor na nuca que supriam parte da sua carência. Ughh começou a gostar de ter um peso nas costas, se afeminou e começou a desenhar nas paredes das cavernas modelitos exclusivos de peles para outros cavernosos que em troca tinham que faze-lo reviver a sensação, em que ele se viciou, de calor na nuca. Depois de algumas vezes, Ughh começou também a apreciar unhadas no calcanhar. Mas isso é outra história. Na sociedade moderna os pintos pequenos eram motivos de riso. Tanto entre os homens quanto entre as mulheres. A diferença é que as mulheres, por sua natureza maternal, na frente dos menos avantajados diziam que tamanho não era importante, mas riam escondido principalmente com as amigas. Isso trouxe um uso importantíssimo pra roupa. De calças, com uma charrete zero, um castelo, um bom dote e com o advento do Sir Ricardão, a importância do assunto ficava do tamanho do assunto, pequena.
Xi, preciso ir agora. O Bush vai fazer um discurso e eu quero rir um pouco.


Escrito por Deus às 11h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A Bíblia



Cristina pergunta: Foi você que escreveu a Bíblia?
Deus responde: Querida filha, apesar da expressão "segura na mão de Deus" muito difundida nas músicas Gospels e nas igrejas barulhentas de bairro, seu paizão aqui não as tem. Não fisicamente. Agora, por exemplo, eu não estou digitando, estou simplesmente manifestando minha vontade de que as letras se unam e (como sou brasileiro, ainda me impressiono com meus poderes)não é que elas formam as palavras mesmo? Só posso dizer que escrevi a bíblia, se considerar que criei os filhos, grandes mestres da ficção, que a escreveram. A origem da palavra é grega, significa livro. E nada mais é que o primeiro grande case de marketing da história. Não dá pra chamar de livro de auto-ajuda porque o objetivo dela era ajudar a igreja a mandar em quem fosse ler e acreditar nas ameaças e promessas de bem aventurança.
Mas a bíblia tem uma função social importante. É que por exaltar o sofrimento e colocá-lo como fundamental para uma vida de benesses após a morte, impede que os menos favorecidos se rebelem contra os mais favorecidos, aceitando o sofrimento como algo positivo. Pessoalmente, ops, divinamente, adoro as histórias dela. Como convivo com os personagens das histórias diariamente, ficamos aqui rindo com esse mundo de fantasias. Só a imaginação divina é mais fértil.
Nem papai, nem Jesus escreveram nenhum livro. Jesus, escreveu alguns bilhetinhos pras gatinhas com quem saiu, mas não passou disso. E euzinho escrevo diariamente a história de vocês.
A Bíblia é o livro mais vendido do mundo em todos os tempos e deu origem a várias religiões e a competição entre elas. Acirrando a disputa pelo povo que é chegado numa regra e num manual pra viver.
Desde que o mundo é mundo que as histórias de sacanagem, perseguição, maldição e similares têm um público fiel e sucesso garantido. E lá tá cheio disso. É um livro muito bonitinho, mas deveria mesmo ficar nas prateleiras de ficção ou de comédia, de tão surreais que algumas passagens dela são. Dizem que é a palavra de Deus, mas isso é pedra fundamental da publicidade. Começou naquela época o uso de celebridades que afirmam que usam produtos que nunca usaram em troca de dinheiro. A diferença é que não fui consultado e não ganhei cachê. Essa história da "palavra de Deus", me faz rir até enrugar a testa a divina. É muito engraçado, porque nem no auge do meu tédio divino eu conseguiria imaginar a utilidade de pedir sacrifícios de carneirinhos e de filhos dos outros. Isso não é a minha cara, se fosse pra sacanear, eu pediria pra colocar a mão nos bolsos, pular num pé só e gritar ula, ula, bibibi. Seria bem mais divertido ver dezenas de pessoas juntas numa igreja fazendo isso
Mas a idéia não é detonar a bíblia, porque ela não obriga ninguém a colocá-la debaixo do braço e basear sua vida nas historinhas que conta e muito menos ficar aporrinhando os outros que não acreditam nela e na carochinha com os contos de ficção que recheiam suas páginas. Já imaginou alguém lendo em voz alta pra você versículos dos três porquinhos e interpretando lições de comportamento a ponto de construir templos de adoração ao Cícero, o Heitor e o Prático?
A bíblia tem várias outras funções como garantir dinheiro para o papa para comprar seus pares de sapato Prada e as roupas coloridas dele e de todo seu staff. Além, é claro, de garantir também o pão com caviar de cada dia do Edir Macedo e todos os outros líderes de igrejas. Sem contar a função de aquecer a economia. Sem a bíblia, a indústria da construção civil não cresceria tanto. Nem a venda de cruzes, adesivos, camisetas com dizeres engraçadíssimos do tipo " Deus é fiel" (gargalhada divina que dá pala ), compra de rádios e canais de televisão. A bíblia também salvou muitos atores. Hoje eles podem ganhar mais na Record. Sem contar a forcinha no orçamento do Cid Moreira, que por sua vez, alimenta e ajuda a desenvolver a cirurgia plástica no Brasil.
Bom, a gente volta a falar disso em breve. Tô preparando aqui pro futuro próximo entrevistas com personagens da bíblia que vão contar suas versões das histórias.
Tenho que ir porque preciso dar uma força pro criança esperança. Abraços do paizão


Escrito por Deus às 06h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Deus lhe pague



Bom dia "mini eus". Já expliquei que a criação do mundo é terceirizada. Ou seja, vocês criam pra mim. Um serviço ora muito bem remunerado, ora não tanto. Não dá pra dizer que é tudo uma maravilha, (aí entram outros erros divinos que prefiro dividir com vocês) mas também não é tão ruim assim. Eu tenho a paternidade de todos vocês, todos. Corinthianos e palmeirenses, judeus e árabes, benfeitores e políticos, metaleiros e gospels, Keith Richards e Justus, homens e mulheres (incluindo aquilo no que se transformou a Marta Suplicy) e todos os outros opostos. Bom, isto dito, quero dizer que algumas paternidades eu não reconheço e, se tivesse sangue humano, faria um DNA pra provar. Algumas das maiores aberrações são crias de vocês, que (logicamente) não têm meu talento, tanto quanto algumas belezas também são fruto da mente de vocês. Portanto, quero falar muito sério agora. NÃO QUERO MAIS SABER, eu repito, NÃO QUERO MAIS SABER MESMO, nem uma vezinha, dessa história de "Deus lhe pague". Deus lhe pague o cacete, seu sem vergonha! Seja responsável por suas próprias dívidas. Experimenta começar a mandar a conta das suas presepadas, pro seu pai físico, à revelia. Não rola! Então, eu não quero nunca mais ouvir essa frase "esperta". Eu tô por aqui (mão divina, espalmada apontando para o lado esquerdo e se movimentando do peito em direção a cabeça, parando na altura do pescoço divino e fazendo uma mençao de decapitação simbólica)dessa história. Tô cheio de coisa pra fazer e não agüento mais ficar pagando dívidas de vocês. Não é fácil ficar aqui planejando um incêndio numa favela, um choque de 4 galáxias, 4! Você não imagina a logística que envolve isso, e ter que ficar inventando maneiras criativas de saldar a caralhada de dívidas que vocês penduram em meu nome. . CHEGA! Até mesmo o orçamento divino tem limites. Esse paternalismo tem que acabar. Vocês já passaram do paleozóico, são bem grandinhos pra entender que não se gasta mais do que tem. De agora em diante, me recuso a aceitar qualquer outra pendura. Então, filhos meus, quando ouvirem: " Deus te pague", mande a merda, se precisar chame os seus capangas e exija seu pagamento do próprio malandrão. A torneirinha divina fechou, game over. Como disse um outro rebento meu: "fiado, só o bom filho pode e o bom filho não pede fiado."
Vou nessa que tô querendo providenciar mais umas rugas no Renan Calheiros.


Escrito por Deus às 07h44
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Erros



Pocafé pergunta: O senhor nunca errou?
Deus responde:
Vizi!! Já errei demais meu filho. Mas graças ao sistema divino de criação de mundos que uso aqui, batizado por mim de The boss 6.0, a maioria desses erros acabaram se transmutando em acertos. Vou citar alguns de meus erros recentes.
Ter permitido que o Parreira fosse técnico na última copa. Fiquei puto.E nem eu consegui salvar a seleção.
A criação do Suriname foi outro erro. Até hoje não sei pra que ele serve. E posso afirmar que, embora não tenham vôos pra lá, eles não tenham nenhum atleta em nenhuma modalidade em nenhuma competição internacional, como as olimpíadas e os jogos pan americanos, qu não tenham pacotes turísticos pra lé, ele realmente existe. Não é só mais um país do war. Inclusive tô me decidindo se começo a espalhar indícios de que Maomé esteve por lá para que ele seja oferecido aso palestinos e a paz chegue ao oriente médio. Mas isso é assunto pra outro dia. Bom voltando ao tema, outro erro grosseiro meu, foi num dia que eu tava bem loco, sem descanso, numa piração danada e inventei o ornitorrinco. Esses baseadões siderais batem legal. Aí fiquei aqui imaginando como seria o bicho mais esquisito e engraçado desse mundo. O resultado tá aí. Errei também quando permiti a criação da música sertaneja só pra enriquecer meia dúzia de plantadores de tomate. É que ela sobreviveu muito mais do que o planejado.Também considero um quase erro a criação do Galvão Bueno. Tava sádico e queria irritar, mas exagerei um pouco. E considero muito cruel com um filho o que fiz com o Ricardo Macchi, facilitando pra ele chegar a uma novela e passar aquele ridículo no papel de cigano Igor. Sem falar no rapaz da foto, mas esse não pesou minha cosnciência divina porque arrumei um salário inversamente proporcional ao talento dele. É meu palhaço mais bem remunerado. Já o tiririca, o João Kléber, o Tom Cavalcanti, os figurantes do zorra total e outros bobos, não foram erros, foram demonstrações do alcance do poder divino e uma chance pra vocês unirem as forças e os banirem da área da mídia (coisa que ainda não fizeram) Mas todas essas ações acabaram servindo pra alguma coisa. Eu, daqui, apesar desses errinhos na produção da história de vocês e do planeta, me divirto observando vocês na casa mais vigiada do universo. Por falar nisso, vou indo, que preciso colocar uma cacetada de neguinho no paredão hoje.
Abraços paternais do mundo


Escrito por Deus às 10h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Jesus na área



Fala Filharada, papai tava ocupadão aqui costurando uma participação mais que especial de meu filhão predileto, Jesus. Sabe como é, tem momentos que um pai fica muito decepcionado com algum ou alguns de seus filhos e nessa hora toma decisões que parecem loucura aos olhos de outros pais e filhos. Como aquele pai que não quis pagar a fiança do filho, ou aquela mãe que entregou o filho que roubava e aquela outra que acorrentou o filho pra ele parar de fumar pedra.
Bom, essa colocada de cabecinha que dei no parágrafo anterior é pra falar de um assunto muito chato que enche meu saco divino e paternal até o talo: a indústria em torno do meu nome e do nome do meu querido Jesus. Vou passar a palavra pra ele, que vez ou outra, pensa que seria melhor se tivesse sido verdade esse papo de via crucis e o cacete a 4 em vez de levar a fama pelo que não fez. Vai daí Jesus.

Buenas irmãos. A começar pela ausência do pronome “vós” e da conjugação na segunda pessoa do plural no meu texto, hoje vocês vão saber que muito do que falam por aí em meu nome é tudo mentira da grossa. Primeiro: minha mãe não era virgem e ponto. Se vocês acreditam nisso, fica difícil falar pro seu filho que super herói só existe em história. Segundo:eu era um cara tranqüilo, que não ficava pensando merda o dia todo, e conseguia usar o poder que todo mundo tem de criar sua própria realidade. O Chris Angel anda na parede dos prédios e não fazem uma igreja pra ele, pô.
Talvez meu tom seja um pouco amargo, mas como você se sentiria se um bando de cabeça de camarão abrisse uma imensa variedade de igrejas em seu nome, fizessem bandas, exorcismos e esses teatros todos, colocassem palavras na sua boca, milagres na sua conta e levassem um grande troco pra casa, sem que você tenha a chance de se defender ou responder? Poxa, eu fico com vontade de crucificar esses caras. Eu não era nada do que falam. Nunca andei na água, nunca multipliquei o pão. Nem gostava de pão. Os apóstolos eram só uns caras que gostavam de ouvir minhas viagens. Eu era só um cara interessante, com muito assunto, uma visão desprendida e tudo mais, mas não era esse santo todo. Reparava na canela das moças como outro qualquer. Mas não me sentia mal com isso. Pelo contrário, interagia com elas. Não curtia mesmo o governo dos romanos como muito jovem não curte seu governo e cria entidades que começam com uma forte ideologia e depois se concentram mais em vender carteirinha de estudante, normal.
Sério mesmo, fiquei bolado com esse pessoal que quer criar um milhão de líderes com essa igreja católica que matou mais neguinho que o Hitler e fica aí pagando de bonzinho. Irmãozinho, presta atenção, se você tem um filho pequeno e ele pede pra se vestir de homem aranha, tudo bem. Mas, sinceramente, se você tá no trânsito, no shopping e vê um senhor de idade vestido com um chapéu com 4 andares, um manto cor de vinho, uma capa gigante, com um bastão na mão, vai achar o que? Que o cara tá bem? Não, vai falar: tadinho, ficou louquinho. E aí você vai lá ver o cara balançar a mão pra cima e pra baixo, mecanicamente, igual marionete numa varanda blindada e não sabe porque sua vida desanda. Caramba, um cara que não percebe isso tem olhos mas tá cego.Um minuto de atenção pra você, por favor. Como dá pra alguém acreditar nessa história de ressuscitar, de morrer na cruz, de sermão da montanha, de curar leproso, e mais esse monte de lendas que inventaram? Como brigar com seus filhos quando eles contam que sabem voar e que não é mentira, ou quando seu filho vem falar de amigo imaginário ou vem perguntar se Peter pan existe? Rapaz, aprende com eles.
Eu só quero que me deixem em paz. Minha alma hippie não tá a fim de aporrinhação. Carregando cruz eu tô é agora, com esse monte de notícia falsa que espalham sobre mim, todo dia. Essa sim é minha via crucis. Tadinhas das celebridades daí, esses "religiosos" são os meus paparazzi. Quero que você siga meu exemplo, mas esse exemplo é outro: andem, conversem, e trabalhem menos, não vivam por aí arrumando sarna pra se coçar só porque acreditam que não merecem ser felizes. E, de uma vez por todas, não autorizei ninguém a falar em meu nome, nunca escrevi um livro e nem autorizei ninguém a escrever por mim, jamais sugeri ou ambicionei ter uma igreja com meu nome, ou melhor marca, (virei uma marca, puta que pariu!) e finalmente, eu acho um horror todos esses produtos com meu nome. Aliás eu era bem mais bonito do que pintam por aí. A decoração cheia de ouro de uma igreja que fala em nome de um cara que era pobre com eu, já era uma contradição suficiente para perceberem isso sozinhos.
É isso. Desabafei. Fiquem com meu pai.
Um último comentário: ridículo aquele "Deus seja louvado" nas notas de real, hein? Se você soubesse como o cara que criou isso louva a Deus, ia arregalar mais o olho que um pequinês.


Escrito por Deus às 11h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Salto alto



Do saltinho pergunta: Pq os homens gostam tanto de salto alto?
Deus responde: Minha abençoada filha, Os 5 sentidos são essenciais para evitar que o Homem passe os outros 2 terços da vida que não tá dormindo em frente a TV com uma lata de cerveja na mão. E a maioria das idéias na mente masculina começa com um estímulo visual. É assim que um homem se torna um trabalhador. Ele vê um carrão e o deseja, aí trabalha, rouba e engana pra ter um e assim por diante. Quando uma mulher de salto alto, e conseqüentemente de bunda empinada, atinge o campo visual de um homem, ela provoca uma verdadeira mobilização dentro do corpo dele. Imagens dela sem roupa, com a mesma bunda empinada em frente a ele dizendo: " me come gostosão" começam uma verdadeira transformação no indivíduo. Primeiro ele consegue ser gentil, depois ele, por alguns segundos, sente vontade de agradar, e o sangue que fica concentrado na barriga é desviado para o membro e, com a sobra, faz com que a circulação escassa da área cerebral ganhe um reforço. Nesse momento, o salto alto é uma ferramenta muito eficiente para que o homem esqueça,por alguns momentos, dos amigos (sua verdadeira paixão), do vídeo game e, no caso dela ir até o apartamento dele, até mesmo da importância de ter cuecas e meias sujas espalhadas pela casa. Além disso, o salto alto é uma metáfora da relação homem-mulher. Homems sentem um enorme prazer em ver mulheres se sacrificando para agradá-los. Mas isso é assunto pra um outro post. Que eu te abençoe.


Escrito por Deus às 10h57
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




tempo



Eu pergunta: O que é o tempo. Deus responde: Poderia falar de dentro ou de fora do tempo. De fora do tempo o que posso dizer é que se o tempo fosse completamente eliminado logo toda a filharada daria um jeito de criar um outro sistema parecido. Na verdade o tempo só existe mentalmente. É uma criação coletiva. O tempo é um mestre da restrição. Existe pra acalmar o medo do caos de não se ter nada para manter o controle. Ou, como jah disse aquele meu filho de cabelo arrepiado e que curtia mostrar a língua, ele é relativo. Pra entender isso é fácil. Se você está ouvindo um discurso do Fidel, um minuto parece duas horas, se você está no motel com a ísis Valverde uma hora parece um minuto. Aqui na praça do único poder não existe tempo, sono, essas coisas. E no sono é fácil perceber a existência e ausência do tempo. Além disso, o Tempo é um jornal de Belo Horizonte.
E uma maneira de organizar ostensivamente um sistema de arquivamento, para que o pavor do envolvimento excessivo ( ou insuficiente)possa ser diminuído. E por último é um fator muito importante no trabalho das prostitutas, taxistas, locutores, publicitários e outros manés.
Fiquem comigo


Escrito por Deus às 09h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 



Meu perfil
BRASIL, Homem, Mais de 65 anos, Esperanto, Coleções e miniaturas
Outro - deusresponde@bol.com.br
Histórico
    Votação
      Dê uma nota para meu blog